Um sistema antifraude para e-commerce é um conjunto de tecnologias e conhecimentos para perceber e bloquear movimentações suspeitas no pagamento online. Em outras palavras, trata-se de um completo suporte para preservar os acervos de uma organização, bem como as operações realizadas em suas plataformas.

Devido aos riscos envolvidos, controlar os dados de clientes, fornecedores e parceiros é fundamental para a reputação corporativa. Afinal, vazamentos e golpes arranham a imagem da empresa. Além disso, com a nova LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), qualquer negócio está vulnerável a prejuízos financeiros se não investir em segurança cibernética.

Apesar da seriedade do tema, trazemos uma boa notícia! Podemos ajudar instituições financeiras, organizações de RH, marketplaces, fintechs, startups e outras empresas a escapar de crimes virtuais.

Com a pandemia e o aumento do consumo na internet, investir em recursos de antifraude para e-commerce se tornou ainda mais urgente. Quer saber como deixar as vendas digitais protegidas? Então, confira nosso post!

Quais são os dados mais sensíveis de uma empresa?

Algumas informações do seu banco de dados são mais sensíveis do que outras. Isso acontece porque os criminosos preferem certos tipos de registros.

Em geral, os estelionatários procuram mais justamente os arquivos que podem gerar mais prejuízo para a loja virtual. Confira exemplos de dados sensíveis.

  • informações pessoais dos funcionários e clientes;
  • listas de averiguação de vendas;
  • pesquisas de mercado;
  • registros de terceiros, como parceiros, fornecedores e prestadores de serviço;
  • imagens estáticas e em vídeo confidenciais da corporação.

Quais são as fraudes mais comuns nas compras virtuais?

Com a Covid-19 e o isolamento social, os crimes eletrônicos estão aumentando. Diante disso, os empresários precisam providenciar uma resposta à altura, ao investir em sistemas antifraude para e-commerce que tragam tranquilidade.

Por exemplo: alguns programas de login induzem o cliente a criar “senhas fortes”. Assim, esse recurso impede o usuário de elaborar uma sequência muito fácil de ser decifrada, como datas de aniversário ou ano de nascimento.

Mas antes de saber mais sobre como se proteger, é bom conhecer um pouco sobre os tipos mais comuns de fraude. Acompanhe!

Reembolso

Esse golpe é aplicado pelo próprio cliente dono da conta no e-commerce. Assim, esse consumidor primeiro faz uma aquisição normalmente. No entanto, depois de receber a mercadoria em seu endereço, ele pede o estorno: simplesmente diz que não realizou a compra. Isso é comum e dá bastante trabalho para resolver!

Apropriação indevida de uma conta

Um cliente verdadeiro tem sua senha e login descobertos por um criminoso. Nesse caso, os golpistas gastam como se fossem o consumidor real. Para que as entregas sejam feitas no local desejado pelos estelionatários, eles atualizam o endereço.

Phishing

Bandidos virtuais fingem ser funcionários de organizações confiáveis, geralmente aquelas que já mantêm relação com esse cliente. Ou seja, os criminosos se passam por instituições financeiras, operadoras de celulares ou planos de saúde.

Além disso, a abordagem em boa parte dos casos é por SMS ou e-mail. Assim, os fraudadores inventam uma desculpa para coletar novamente os dados. Sem saber, a vítima acaba repassando as informações.

Quebra do sigilo de senhas

Outro bom motivo para contratar sistemas antifraude para e-commerce é a violação de senhas. Na realidade, hackers invadem o programa da loja virtual e “roubam” os dados. Nessa situação, eles podem fazer compras falsas ou simplesmente desviar o destino de uma encomenda legítima.

Quais são as melhores ferramentas antifraude para e-commerce?

Nós temos expertise em tornar a detecção de fraudes mais eficiente no comércio online. Além disso, nossas soluções se aderem ao nível de complexidade de cada negócio. Assim, entregamos para empresários e gestores economia de dinheiro e tempo.

Mais do que uma segurança financeira, oferecemos um verdadeiro escudo digital para a reputação da marca. Confira nossos principais produtos:

Background checks

Em poucos minutos, essa solução verifica os antecedentes de candidatos, clientes, fornecedores e afins. Dessa forma, é possível conferir o histórico internacional de pessoas e organizações.

Além disso, esse sistema antifraude para e-commerce oferece acesso às listas de órgãos internacionais que apontam os envolvidos em grandes crimes de lavagem de dinheiro, de narcotráfico e de terrorismo.

Fraudata

Por sua vez, a Fraudata é uma rede que reúne vários negócios do comércio online. Desse modo, fazem parte do grupo marketplaces, fintechs e responsáveis pelo e-commerce dos mais variados segmentos.

Assim, centenas de gestores pelo mundo podem dividir informações tanto sobre os crimes que sofreram como sobre boas práticas. Na atualidade, a colaboração é chave no combate à fraude.

Por que escolher a Truora como parceira?

Você deve estar se perguntando: por que escolher a Truora para prevenir esse tipo de problema? Porque nós temos know how em aumentar a segurança cibernética nos ambientes de vendas e pagamentos online.

Dessa forma, melhoramos a relação da sua empresa com clientes, usuários, colaboradores e fornecedores. Entregamos um sistema antifraude para e-commerce de ponta, que inclui automação de processos e sinais validadores.

Com tantos benefícios, temos o orgulho de atuar em 9 nações da América Latina, atendendo desde startups até grandes e tradicionais indústrias.

Portanto, implementar um sistema antifraude para e-commerce é mais urgente do que nunca. Afinal, é necessário se antecipar aos criminosos para proteger a sua audiência e evitar desgastes e prejuízos financeiros.

Com as soluções da Truora, o gestor respira tranquilo e nunca fica na mão. Quer tornar as operações financeiras seguras e rápidas? Então, entre em contato com a Truora!

Voltar ao topo

Neste artigo irá encontrar: