Pois bem, dizem que "quem cala consente", e quem prefere não se posicionar antes do que está errado, simplesmente aceita. Esse poder que ganhamos quando nos tornamos testemunhas de uma má ação, às vezes o ignoramos por medo de retaliação. No entanto, devemos entender que, se afetar negativamente a vida das pessoas, estaremos nos tornando cúmplices de um ato errado.

Essa analogia se aplica à fraude em qualquer ecossistema, onde os atores são criminosos, vítimas e possíveis testemunhas, sendo estas últimas as únicas que têm a possibilidade de escolher o desfecho de um caso.

Na Truora nos dedicamos a prevenir fraudes nas esferas pública e privada na América Latina e testemunhamos centenas de crimes cometidos diariamente. É por isso que não só criamos soluções que ajudem a resolver casos específicos por meio da tecnologia, mas também nos esforçamos para conscientizar e criar uma rede na região que priorize sua atuação, evitando a todo custo a fraude.

Existem muitos tipos de fraude, e você poderá saber mais sobre isso nos posts que publicamos neste blog para conhecer as situações específicas em que você deve agir para não se tornar cúmplice.

Um dos ecossistemas mais frágeis é o financeiro em que ocorrem ataques como phishing, Account Takeover ou roubo de identidade, que terminam em casos de perda de dados, transações ilícitas de cartões de crédito das vítimas, concessões de créditos para golpistas ou mesmo extorsão.

Imagine este caso: um colega do escritório conta para você que recebeu um e-mail suspeito solicitando senhas, dinheiro em troca ou ameaçando a empresa, e você vê como ele acede ao pedido do emissor sem maiores questionamentos. O que você faria? Bem, antes de responder, pense que se você não disser nada a ele, seja por ignorância, ou seja porque prefere não se envolver, o seu silêncio o torna cúmplice.

O que fazer em um momento como este? A melhor recomendação é levar a situação aos experts da empresa, lembrando que para eles nenhuma solicitação, por mais simples que pareça, é menos importante.

Se, depois de ler isto, você entender como é importante fazer parceria com outras empresas e líderes para evitar fraudes na América Latina, compartilho três compromissos aos quais um das astronautas, neste post sobre nossa iniciativa #FraudFreeAlliance, nos convida para:

  • Enfrentar fraudes com as melhores ferramentas, inteligência e soluções disponíveis no seus trabalhos.
  • Aceitar seu poder como líder para estabelecer um padrão de transparência nos negócios e em outros lugares.
  • Recuperar a reputação da América Latina espalhando a notícia de que existe um movimento de pessoas e empresas lideradas pela Truora, trabalhando duro em conjunto para combater a fraude.


Neste artigo irá encontrar:

Subscreva nosso blog

Todas as informações e conteúdos que o seu negócio precisa, em apenas três minutos de leitura.