O mundo corporativo é caracterizado por ser competitivo. De líderes multinacionais a estagiários recém-formados, todos querem se destacar e ganhar o reconhecimento que merecem. Porém, a fraude é provavelmente uma das poucas oportunidades em que as empresas se unem com o mesmo propósito: evitá-la.

Todas as empresas, independentemente do setor a que pertencem, do tempo de presença no mercado ou do país onde se encontram, estão vulneráveis ​​a potenciais ameaças que podem afetar desde a reputação à cultura organizacional, sem esquecer o impacto negativo nos ativos.

Hoje, com o aumento da fraude no ecossistema corporativo latino-americano, a colaboração é essencial para prevenir o crime. Uma rede de especialistas onde os expertos partilham diariamente as suas experiências no combate à fraude e que lhes permite estar a par das potenciais ameaças que circulam online e offline, como Fraudata da Truora, é a solução mais prática e eficaz. 

Quais são as características do trabalho colaborativo

Confiança mútua: o essencial aqui é construir uma comunicação baseada na honestidade com outros especialistas que também lutam contra a fraude.

Ao criar um espaço onde todos acreditem, a partir da certeza da experiência e do conhecimento que o outro possui, será inevitável a geração de laços de confiança que beneficiem a todos em um objetivo comum, que neste caso é prevenir as fraudes.

Valores compartilhados: Se se desenvolverem boas relações entre aqueles que enfrentam o mesmo problema, serão gerados valores comuns que beneficiam cada uma das empresas a que pertencem, criando uma comunidade orientada para o sucesso.

Se um ecossistema vai bem, a empresa que está dentro dele também vai e isso depende dos valores que eles compartilham.

Interdependência: A melhor forma de exemplificar este conceito é com a través da Fraudata. Especialistas de diferentes empresas na América Latina compartilham entre si suas experiências traduzidas em dados para prevenir e alertar outros colegas sobre ameaças potenciais.

Na interdependência, cada um contribui com um trabalho que acaba sendo valioso para o outro. É uma relação recíproca apesar da competição.

Geração de novas ideias: Colaborar também significa ter novas estratégias para prevenir e neutralizar ameaças.

Imagine que uma empresa de meios de pagamento foi atacada com ransomware. Depois de um tempo, o mesmo criminoso passa a atacar outras empresas do mesmo setor. Colaborar notificando e oferecendo dicas para aqueles que seriam as futuras vítimas deve ser visto como uma contribuição para a saúde do ecossistema.

---


Na Truora acreditamos que a melhor ferramenta para prevenir fraudes na América Latina é a colaboração e por isso criamos a Fraudata, a rede latino-americana de prevenção de fraudes a partir de experiências traduzidas em dados de diferentes setores. Você quer fazer parte? Entre em contato conosco aqui.

Neste artigo irá encontrar:

Subscreva nosso blog

Todas as informações e conteúdos que o seu negócio precisa, em apenas três minutos de leitura.