O que é Gig Economy?

A Gig Economy, também chamada de economia colaborativa, é um modelo de negócios não exclusivo, onde pessoas chamadas de Gigsters executam uma tarefa a pedido de outro (cliente) através de um canal, seja App ou website, que oferece os serviços necessários para realizar uma transação comercial e gerenciar um serviço ou produto.  

Começar quase imediatamente a partir de qualquer uma dos aplicativos que existem, ter um horário flexível, aceitar trabalhos pontuais e a qualquer momento, é a razão pela qual esta forma de trabalho ganhou popularidade e se tornou a maior fonte de renda para pessoas no Brasil.

Embora o termo Gig Economy tenha sido criado há mais de uma década nos Estados Unidos, é hoje, após a crise trabalhista causada pela pandemia, especialmente no Brasil, que o conceito está ganhando força entre aqueles que buscam gerar renda.

Se você vê a tecnologia como uma oportunidade de sucesso como empresário, então você deve começar a se familiarizar com a Gig Economy.

Por que empreender com uma plataforma da Gig Economy?

1. É um modelo em crescimento

Rappi, Uber, Airbnb, GetNinjas e BlaBlaCar, são alguns dos exemplos que podemos citar como histórias de sucesso dentro da economia gig.

Por exemplo, no Chile, segundo o jornal La Tercera, até junho de 2020, os maiores aplicativos de transporte existentes no país haviam registrado aumentos de até 140% no número de motoristas ativos cadastrados, em comparação com o mesmo período de 2019.  

Leia também: Antecedentes: o trabalho por trás do onboarding de milhões de brasileiros na Gig Economy

2. Você precisa de poucos recursos para começar

Os unicórnios do Vale do Silício, pioneiros da Economia do Gig, não começaram como os conhecemos hoje.

De fato, no outro dia eu estava lendo no post do LinkedIn de um funcionário da Rappi a história de como eles começaram suas operações a partir de uma casa no norte da Colômbia, depois contratar um motoboy, e com ajuda um grupo de amigos apaixonados por tecnologia e negócios.

Para começar, você precisará apenas de uma pessoa em sua equipe que saiba programação, alguém apaixonado por negócios e outra focada em marketing.

3. É fácil de expandir para outros países

Em 2009 Uber nasceu em São Francisco, Califórnia, e apenas 4 anos depois, em 2013, havia chegado a um par de países da América Latina.

A rápida expansão da empresa em toda a região se deveu principalmente à inovação. Eles passaram a gerar maior acessibilidade aos serviços populares, meios de pagamento, mais segurança, agilidade na prestação de serviços e praticidade no cadastro de motoristas.

Leia também:

4. A tecnologia está do seu lado

Criar uma plataforma de trabalho a partir do zero não é uma tarefa fácil quando seus recursos são limitados, é por isso que já existem ferramentas que podem facilitar este trabalho. Algumas delas são:

Power Apps: ajuda na criação de Apps a seu gosto.

Monday: gerencie seus projetos de diferentes áreas a partir de uma única plataforma para fazer seu negócio crescer.

Twilio: fortalece e facilita a comunicação entre sua plataforma e seus clientes para oferecer o melhor serviço no dia-a-dia.

certidão de antecedentes
Click aqui para resgatar o código promocional.

5. É rentável

Aproximadamente 75% da população brasileira usa um aplicativo de transporte*, e de acordo com um relatório publicado em 2020 pelo aplicativo de gestão financeira pessoal GuiaBolso, em média cada uma dessas pessoas gasta cerca de R$ 134 por ano usando esses serviços.

Isto significa que dos 209 milhões de pessoas que vivem no Brasil, cerca de 196 milhões gastam aproximadamente US$ 59 milhões por ano utilizando aplicações gigantescas como Uber, Cabify ou 99.

Convidamos você a verificar os valores no México, Chile ou Colômbia, e lembre-se que não há somente aplicativos de trasnporte, mas também delivery, serviços especializados, aluguel de imóveis e muito mais.

*Pesquisa da IDC e PayPal Brasil, dezembro de 2019.

Como você consegue que os melhores gigsters forneçam seus serviços em seu aplicativo gig?

Você sempre desejará ter as pessoas mais adequadas representando sua marca, além de garantir a seus usuários, a segurança e o profissionalismo que eles procuram em seu aplicativo.

Dito isto, é essencial que você experimente ferramentas tecnológicas para automatizar e otimizar seu trabalho ao escolher os melhores Gigsters. Nossa recomendação?

Use o Background Checks, uma solução que verifica a identidade e o histórico criminal, civil, internacional e até mesmo veicular das pessoas que se candidatam a ser Gigsters em sua plataforma.

As verificações de fundo podem ser facilmente utilizadas em nossa plataforma amigável que fornece um PDF com as informações mais relevantes para que você tome uma decisão, ou através de nossa API.

Para explicar melhor, nós criamos este vídeo:

Precisa de assessoramento? Fale conosco agora aqui!

Neste artigo irá encontrar:

Subscreva nosso blog

Todas as informações e conteúdos que o seu negócio precisa, em apenas três minutos de leitura.