Hoje em dia, garantir a segurança da informação nas empresas é primordial para proteger os dados, processos e informações da companhia que são essenciais para as atividades do negócio. O tema envolve diretamente importantes pilares, como os da confidencialidade, integridade e disponibilidade. Por essa razão, é imprescindível que os gestores compreendam a importância da segurança dos dados.

Pensando nisso, preparamos este post para apresentar 7 tecnologias que podem ajudar a garantir a segurança da informação nas empresas e a proteger informações sigilosas, estratégicas e corporativas. Se você tem interesse pelo tema, continue a leitura do post para conhecer cada uma delas!

1. Assinatura digital

Para garantir que documentações importantes não sejam corrompidas ou alteradas, a assinatura digital é uma excelente opção, uma vez que se trata de uma forma segura de assinar documentos que precisam transitar no meio digital, como contratos eletrônicos, procurações, atestados, entre outras transações online.

A assinatura digital usa as chaves criptográficas de um certificado digital para identificar os signatários, bem como para proteger os dados e conferir validade jurídica. Afinal, os contratos eletrônicos contam com a mesma validade do que os físicos em papel e, ainda, são mais seguros, pois são mais difíceis de fraudá-los.

2. Validação de identidade em duas etapas

A autenticação de dois fatores é um importante recurso de segurança da informação nas empresas, uma vez que o seu objetivo é impedir que contas que tenham sido comprometidas sejam acessadas.

Trata-se de uma etapa que é realizada durante o processo de login a um sistema, acrescentando uma camada a mais de verificação de identidade para o usuário. Ou seja, além da senha, para acessar a conta é necessário inserir um código temporário que é gerado na hora ou enviado para um meio confiável.

Hoje em dia, a autenticação de dois fatores é uma das principais formas de proteger contas contra o acesso indevido, uma vez que torna o processo de validação de identidade mais seguro. É possível realizá-la de diversas formas, com pelo:

  • envio de um SMS ou de uma mensagem de e-mail com o código de acesso;
  • aplicativo autenticador;
  • tokens USBs (semelhantes a um pen drive);
  • cartões magnéticos etc.

3. Verificação de identidade digital

A verificação de identidade digital é uma ferramenta tecnológica que possibilita que uma identidade seja autenticada em tempo real para verificar se uma pessoa é, de fato, quem ela diz ser. Para tanto, o sistema usa a inteligência artificial (IA), machine learning e algoritmos de autenticidade para analisar a imagem do documento e realizar uma pontuação com o objetivo de concluir se é falso ou verdadeiro.

4. Soluções em nuvem

Quando os arquivos de uma empresa são gravados em discos rígidos, eles podem ser perdidos ou corrompidos, por exemplo. Para evitar essa situação, que pode gerar a perda de dados relevantes para o funcionamento do negócio e inviabilizar as funções cotidianas, é importante contar com uma alternativa.

A melhor alternativa para esse tipo de problema é contar com um backup que promova uma recuperação de dados eficiente, especialmente por meio das soluções em nuvens que, além de deixar os arquivos em um local seguro, ainda é capaz de evitar que ataques com malwares se concretizem.

5. Criptografia de dados

A criptografia de dados é mais uma relevante aliada para a segurança da informação, uma vez que ela é capaz de evitar, por exemplo, que os dados sejam acessados mesmo nos casos em que eles são interceptados no meio do processo.

Isso ocorre porque por meio da criptografia somente às pessoas que têm todas as chaves de acesso conseguem visualizar o documento. Trata-se de uma importante ferramenta contra o vazamento de informações.

Por isso, o recomendado é usar a criptografia de dados quando informações estratégicas e confidenciais serão enviadas, a fim de evitar que hackers interceptem o arquivo e tenham acesso ao que foi encaminhado.

6. Controle de acesso

Muitos problemas de segurança da informação que ocorrem são gerados por ações inadequadas dos usuários. É o caso, por exemplo, de um colaborador que tem acesso a informações não concernentes a sua área e, sem intenção, exclui um arquivo importante que não havia backup.

Esse tipo de erro humano ocorre com frequência nas companhias, mas é possível evitá-lo por meio do controle de acesso para os colaboradores, uma vez que quanto menos indivíduos têm acessos aos dados, menores são as chances de erros ou de vazamentos de dados estratégicos, ou confidenciais.

Além disso, com o objetivo de prevenir ações errôneas, dúvidas e confusões, também é recomendado fazer treinamentos com todos os envolvidos nos processos da empresa para ensinar medidas básicas de segurança e normatizar as condutas.

Justamente por meio do treinamento que é possível explicar, por exemplo, porque determinados sites são bloqueados no ambiente empresarial. Entender sobre o tema costuma fazer com que os colaboradores não procurem por outros métodos de acesso que também podem comprometer a segurança das informações.

7. Gerenciamento de dispositivos

O gerenciamento de dispositivos também é uma das atividades no cotidiano da área de TI. Isso por que para realizar uma segurança eficiente, é necessário saber o que está acontecendo em toda a rede. Dessa maneira, qualquer alteração nos padrões de acesso, conduta inadequada ou vulnerabilidade do sistema pode ser notada de forma imediata e contida para evitar um ataque digital gerado por hackers.

No mesmo sentido, é importante contar com bloqueio de sistemas de saída para evitar que dados sejam vazados sem o conhecimento dos funcionários da área de TI. É o caso, por exemplo, de bloquear dentro do ambiente empresarial e-mails pessoais, aplicativos de conversação, redes sociais, entre outros sites que possibilitam o recolhimento de arquivos e o envio de dados para fora da rede da companhia.

Agora que você já conhece 7 tecnologias que são capazes de garantir a segurança da informação nas empresas, lembre-se que é fundamental sempre se atentar para as soluções importantes e inteligentes que surgem e ajudam a potencializar os mecanismos de proteção, a fim de garantir uma maior segurança para os dados da companhia.

Para se aprofundar no assunto, continue a visita em nosso blog e conheça 5 práticas para adotar uma detecção de fraudes mais eficiente!

Voltar ao topo

Neste artigo irá encontrar: